Manual de Cuidados Básicos

Ambientes de Cultivo 

A escolha do ambiente onde o bonsai será cultivado é muito importante para dar boas condições ao crescimento saudável. A arte do bonsai consiste em cultivar uma arvore dentro da bandeja, aplicando técnicas e dando boas condições para seu desenvolvimento, somando isso o sucesso é certo. O local ideal para o cultivo é no ambiente externo, onde a planta tem condições e meios para se desenvolver com saúde e força. Porém existem condições e técnicas que permitem o bonsai a ser cultivado em ambiente interno.

  • Externo

Sem duvidas é o lugar mais adequado para o cultivo, a exposição ao sol direto, chuva, vento e frio como uma arvore no seu ambiente natural a deixa mais forte. No verão devesse cuidar com as horas de sol quente e posicionar a planta em local sombreado, para que não receba o sol direto nas horas mais quentes. No inverno em regiões de frio rigoroso é importante proteger as plantas sensíveis de geadas.

  • Interno

​As condições para adaptação de um bonsai no ambiente interno devem estar presentes, luz, temperatura e umidade são fundamentais para que seja possível o cultivo de qualidade, o local deve receber o principal elemento a Luz, deve ser arejado com boa ventilação, ao lado de uma janela grande por exemplo, atentar para que não fique perto de aparelhos que irradiem calor ou superfícies que aqueçam, pois esse fator poderá contribuir para evaporação da água e queima das folhas.

  • Rega​

No cultivo, a rega é a técnica mais importante a se dominar,  alguns fatores devem ser observados para atingir o nível de excelência na rega, espécie, tamanho da árvore, tamanho do vaso, época do ano, substrato e massa foliar.  Não regar seu bonsai rotineiramente, contemple a árvore e o momento, observe se o substrato está levemente seco, se não conseguir identificar, sinta a umidade com o dedo, com o passar do tempo irá conseguir ver a necessidade de rega (em vez de sentir) com o toque do dedo.

Só regue o bonsai quando o solo estiver levemente seco, utilize o regador ou Bico Regador que tenha jato d’água suave para não compactar o solo, seguindo essas dicas irá dominar a arte da rega. No Verão observe com mais frequência suas árvores, em locais muito quentes será preciso regar mais vezes por dia, já no Inverno não faça a rega do tronco e verifique se é realmente preciso regar todos os dias, caso for fazer uma viagem de poucos dias, deixe o bonsai na sombra, utilize sphagnum molhado para cobrir o substrato e veja a necessidade de deixar um prato com agua embaixo do vaso.

  • Pulverização

A pulverização é mais indicada para cultiva interno, já que no externo as plantas recebem a chuva, o chuveiro de rega e orvalho. É imprescindível que no ambiente interno aconteça a pulverização da parte aérea da planta, evitando o acumulo de poeira, refrescando e mantendo a umidade durante dias quentes. 

  • Adubação 

Como as plantas estão em pequenos vasos, temos menor reserva de nutrientes a disposição, é indicado administrar adubação que contenham Macronutrientes (Nitrogênio, Potássio, Fósforo, Cálcio, Magnésio e Enxofre), e Micronutrientes (Boro, Cloro, Molibdênio, Cobre, Ferro, Zinco, e Manganês), afim de fornecer a quantidade necessária para o bom desenvolvimento, os fertilizantes químicos como Osmocote Plus contem os macronutrientes essenciais para sobrevivência das plantas, e os fertilizantes orgânicos como Maruta Tamahi e Biogold Original, contem uma gama muito maior de macro e micronutrientes, esses fertilizantes podem ser administrados regularmente, a cada 1 / 2 meses. 

  • Pragas e Doenças 

Pragas e doenças geralmente estão relacionadas ao cultivo, a falta ou excesso de água ou nutrientes, falta de luz e ventilação, lembre-se que tudo deve estar equilibrado para um bom cultivo, pois  a partir do momento que colocamos uma árvore dentro do vaso, nos tornamos responsáveis por ela. Os defensivos e combatentes são encontrados facilmente no mercado, veja alguns deles: InseticidaAcaricida e Fungicida.

  • Transplante

Basicamente se refere a mudança e troca de vaso, desmanchar com cuidado o torrão com um Hashi ou Rastelo, e retirar as raízes grosseiras que não exercem com eficiênciaa absorção de nutrientes ou esteticamente não compõem um visual atraente. Em seguida, preparamos o vaso, com pedaços de tela plástica nos orifícios de drenagem e colocamos um pouco de substrato no fundo, uma "cama" que pode ser de Pedrisco Grosso ou do próprio substrato na granulometria maior, para que não para água no fundo do vaso.

Replantamos a árvore preenchendo os espaços vazios com um novo substrato, utilizando o Hashi para ajustar o solo e acomodar os grãos no meio raízes. A frequência do transplante varia conforme a espécie e a idade da árvore, como base podemos dizer que os bonsai mais jovens devem ser transplantados a cada dois ou três anos, e os mais velhos a cada 4 ou 5 anos, porem lembramos que é apenas uma base, de fato o substrato deve ser composto com o melhor solo possível, para que a longevidade do solo siga eficiente por longo período.

A melhor época para realizarmos o transplante é no final do inverno ou inicio da primavera, o substrato deverá ser elaborado de acordo com as características da sua região, levando em conta umidade e disponibilidade de rega, geralmente utilizamos uma composição baseada em 15% de matéria orgânica e 85% inorgânica, com Akadama, Casca de Pinus, Carvão, Sphagnum na parte orgânica e Lava Rock, Pedrisco, Caco de telha e Perlita na parte inorgânica.

* Após o transplante é conveniente deixarmos o bonsai parcialmente na sombra por aproximadamente trinta dias.

  • Técnica de Modelagem

As técnicas que permitem conduzir o crescimento do bonsai são denominadas de técnicas de modelagem e as principais são: a pinçagem, a poda e a aramação. Podem ser utilizadas em conjunto ou separadamente conforme o caso. A maneira de se realizar a poda e a pinçagem podem variar de espécie para espécie, mas as bases do processo são comentadas a seguir.

  • Poda 

A poda é utilizada para modelar, limpar e selecionar galhos. Podar é conduzir a formação de uma árvore dentro do estilo desejado eliminando os galhos defeituosos e desnecessários. Não existe uma regra sobre época de poda, mas sim uma recomendação, na estação do inverno o período vegetativo está mais lento, recomendasse que faça poda de galhos de grosso calibre nessa época. Nas podas mais drásticas é indicado utilizar no corte uma pasta cicatrizante ou massa para evitar a entrada de fungos e bactérias.

* Os alicates ou tesouras de poda bem afiados ajudam na realização de corte limpos e precisos.

  • Pinçagem 

A pinçarem é utilizada afim de ramificar a estrutura a área, dar mais maturidade, reduzir o tamanho das folhas e complementar a formação do bonsai. Deixamos crescer Sete pares de folhas e então cortamos o broto deixando apenas um ou dois pares, repetindo este processo durante toda a estação de crescimento. A forma ideal que devemos tentar dar á copa da árvore é de acordo com design natural da espécie na natureza e será através da pinçagem consecutivas que conseguiremos dar o formato desejado.

Nos bonsai que já tem a copa definida, as pinçagem também devem ser feita regularmente para que estes não percam a forma. Se deixarmos o bonsai crescer livre, perderemos a forma em pouco tempo. Devemos utilizar uma tesoura bem afiada para não mastigar os brotos, ou até mesmo usar os dedos para arrancar a extremidade dos novos brotos.

Os brotos ladrões que saem da base do tronco devem ser eliminados assim que surgirem para não roubarem a força de crescimento da árvore.

Nas coníferas em geral, devemos utilizar a ponta da tesoura para cortar a base dos brotos e evitar cortar a extremidade das folhas, pois estas quando cortadas ficam com um aspecto feio de queimado.

  • Aramação 

​A aramação é uma técnica de forma complementar da poda que serve para corrigir defeitos e conduzir o crescimento do tronco e galhos de forma ordenada. Devemos colocar o arame nos galhos que iremos trabalhar e com uma ligeira pressão dos dedos sobre o arame enrolado, dobramos o galho suavemente, colocando-o na posição desejada. A melhor época para a colocação de arame é de maio a setembro.

Os arames devem ser colocados conforme indicado nas fotos abaixo e retirados antes que marquem a casca da árvore. Os arames de alumínio e cobre são os melhores por serem mais flexíveis, utilizaremos arames de diferente espessuras. Em muitos casos precisaremos repetir o processo varias vezes para que atingirmos o resultado que buscamos. 

Nas fotos abaixo podemos observar o galho na posição original, onde passamos o arame para coloca-lo em uma posição mais adequada. Na foto seguinte observamos o galho na nova posição, sendo que o arame deverá permanecer no galho até que este se mantenha com a forma desejada, ou então antes que o arame comesse a marcar a casca.

​​

Sobre a loja

Ateliê Arte Bonsai, busca transmitir e simplificar o cultivo da arte milenar do Bonsai, que traz desde as técnicas básicas de cultivo ao detalhamento sobre a evolução desta arte no mundo. Fundada em 2015, buscamos nos tornar referencia na Arte do Bonsai, conectando pessoas a natureza! Comprar Bonsai Online e Com Segurança, Conte Com agente!

Pague com
  • Pagar.me V2
Selos

Ateliê Arte Bonsai - CNPJ: 23.773.595/0001-13 © Todos os direitos reservados. 2021

Fale Conosco pelo WhatsApp